quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Sentando sozinho, ou quase...

No auge dos seus 5 meses e 10 dias, o pequeno Ben está doido pra conseguir sentar sozinho. Não quer mais ficar deitado e estica os bracinhos pra alguem pegá-lo sempre que o colocamos deitado em algum lugar. Já gosta de ficar sentado no carrinho e tb já come sentadinho na sua própria cadeirinha (isso alias é um otimo tema para o próximo post). Hj a mamãe coruja de plantão conseguiu registrar um de seus "treinos"....rsrsrs (só não reparem na qualidade da filmagem...rsrsrs)

Fofo esse menino, não?


video

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

O segundo carrinho

Depois de muita discussão entre mamãe e papai sobre quando comprar o segundo carrinho para o Ben, resolvemos que essa era a hora (na verdade a mamãe resolveu que era a hora e acabou vencendo o papai pelo cansaço....rsrsrs). Antes de apresentar o novo possante do menino gostaria de deixar uma homenagem ao nosso primeiro e maravilhoso carrinho Pliko P3 Green Bubbles (que continuará sendo usado só que com menos frequencia). Quando eu estava grávida fiz uma enorme pesquisa sobre carrinhos e acabei achando que o Pliko era o que mais atendia as minhas necessidades. Além de ser muito confortável para bebês recém-nascidos (o que dispensa aquela chatice de ficar tirando e colocando o bebê conforto do carro. Confesso que Ben só usou o bebê conforto no carrinho umas 2 vezes no máximo), é fácil de abrir e de fechar, fácil de guardar e continua bastante confortável pra dormir mesmo depois da criança com uns 2 anos. Na época fiquei bastante tentada a comprar esses carrinhos mais modernos (Skate, Bugaboo, Quinny, etc) mas no final achei todos muito "trambolhudos", ou difíceis de guardar, ou complicados para fechar, principalmente naquele momento "mamãe e bebê saem sozinhos de carro".

Você agora deve estar se perguntando: " Por que então que ela comprou outro carrinho??"

Bom, o motivos motivos são simples:
1 - Pretendemos ter outro filho e não pretendemos comprar outro carrinho. Seria uma sacanagem deixar meu próximo filhote usando um carrinho chumbado e rangendo em cada curva.
2 - Nesse calor insuportável do Rio de Janeiro, um carrinho tão confortável (leia-se acolchoado) acaba se tornando uma estufa nas costas e na cabecinha do meu filho que fica suando sem parar.
3 -Agora que estamos morando na Barra 95% das vezes que saímos de casa é de carro e mesmo sendo um carrinho prático, etc etc etc, é beeeeeeem mais trabalhoso ficar tirando e colocando o carrinho maior na mala, além de ser um perigo para o próprio carrinho já que o papai delicado não consegue tira-lo nem colocá-lo sem dar uma porrada em algum lugar.
4 - Após o Hexa, Ben merecia um carrinho que combinasse como manto sagrado!

Segue um pequeno registro de Ben e sua história com o Pliko.

com 4 dias de vida

indo a praia pela primeira vez

comendo a primeira papinha


brincando em casa


E agora, uma foto do novo possante do menino:




Escolhemos o modelo Quest da Maclaren que reclina 4 posições e por isso é bom para uma dormidinha durante o dia. Achei ótimo, bem confortável pra passear, levíssimo para carregar, facílimo de abrir e fechar, muito gostoso de dirigir.
Mas.............Em termos de conforto, o Pliko é bem mais confortável e pra passeios demorados que terminem depois da hora do bebê dormir continuaremos usando nosso bom e velho Pliko P3 Green Bubbles.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Caçando o leão...

To de olho naquele cara lá do fundo...




Primeiro eu intimido,




depois eu derrubo,





aí dou o bote,





e foi pro saco...

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Primeiro Natal + Primeiro Resfriado

E finalmente aconteceu o que eu tanto temia: O primeiro resfriado. Tudo começou com uma tossezinha seca que estavamos tratando com 10 gotas de Redoxon por dia, e na noite do dia 23 para 24 ela se transformou numa tosseZONA com chiado no peito, nariz entupido e muito choro (do bebê e da mãe do bebê). Depois de muita nebulização (dói o coração ver seu filho de 4 meses fazendo nebulização), que era o que aliviava a tosse por algumas horinhas, 3 dias de noites em claro e muito rinosoro e Redoxon, o maldito resfriado foi passando...O Ben foi voltando a ficar alegre e brincalhao, e a mamãe voltou pro seu estado normal...rsrsrs

A partir daí dá pra imaginar como foi nossa noite de natal...


Mas pelo menos na manhã do dia 25, Ben era só sorrisos com seus presentes!